Sindicato de Atletas São Paulo
Expressão Paulista

Goleiro de universidade dos EUA usa férias para treinar em projeto do Sindicato de Atletas

08, AGOSTO 2016 às 15:33:55

Goleiro Marcelo (esquerda) joga por universidade americana (foto: Fabio Giannelli / Soccer Digital)

Durante o período de férias na Universidade do Kentucky, onde cursa o último ano de Marketing, o goleiro brasileiro Marcelo (ex-Audax e Portuguesa) vem para o Brasil para rever familiares e amigos. Filho de professor de Inglês, viu seu pai insistir para que optasse pelos estudos nos Estados Unidos, ao invés de concorrer no turbulento mercado brasileiro de bola. Quando chega à sua terra natal, o camisa 1 nem pensa em descanso. Aproveita o período de recesso para treinar no projeto Expressão Paulista, núcleo de treinamento criado pelo sindicato de Atletas para manter atletas sem clube em atividade.

Sob supervisão do Preparador de Goleiros Júlio César Bonfim, de quem já foi pupilo no Audax-SP, Marcelo vem treinando desde o início de julho ao lado de Deola (ex-Palmeiras) outro arqueiro de renome que aproveita a estrutura do sindicato para manter-se em forma.

Marcelo conversou com a TV SAPESP e contou sobre a experiência de viver e jogar no futebol universitário norte-americano.



Marcelo, fale um pouco sobre sua carreira e como tem aproveitado o Projeto Expressão Paulista?

Aqui no Brasil, tive passagem pelo Audax-SP, pela Portuguesa e em 2013 surgiu a oportunidade de ir para os Estados Unidos. Estou jogando e fazendo minha faculdade, que é uma coisa que aqui não temos a oportunidade de fazer, conciliar o estudo com o esporte. Me formo o ano que vem e agora estou aqui no Expressão Paulista fazendo a minha preparação antes da próxima temporada. Enquanto estou aqui de férias, tenho trabalhado bastante e aqui é um excelente lugar, uma ótima oportunidade para manter a forma, para me manter preparado, não adianta ficar sentado no sofá e esperar aparecer. Aqui você tem o seu espaço para trabalhar, com uma comissão técnica qualificada e o pessoal sempre de braços abertos para te receber. Toda vez que saio de férias venho aqui no Expressão,  falo com o Júlio, preparador de goleiro, e faço minha preparação para voltar apto para desempenhar lá.

Quais as principais diferenças entre o futebol de lá e o daqui? Como é a experiência de viver nos Estados Unidos?

A experiência tem sido fantástica. O futebol está crescendo muito, faz três anos que estou lá e as pessoas reconhecem muito,  principalmente depois da Copa do Mundo de 2014 que tiveram uma campanha muito boa no masculino e o feminino foi campeão mundial o ano passado.  Então, eles estão crescendo muito. Em relação a jogar lá, é muito mais agressivo, muito mais rápido, diria que meio parecido com o futebol inglês, muita velocidade, muito físico, muita falta e o juiz não para. A experiência é ótima e tem sido muito bom, a estrutura é muito boa também para trabalhar.

Como funciona Liga Universitária?

Eu tenho jogado a liga universitária. No ano passado, nos fomos campeões da nossa conferência e saímos nas oitavas do campeonato nacional. A estrutura é muito boa, é impressionante. Quando se fala universitário eu não imaginava que tinha a qualidade que tem para se trabalhar, com departamento médico, com hotel, com viagens.

Há quanto tempo você mora nos Estados Unidos ?

Faz três anos, estou indo para o meu quarto e ultimo ano agora.

Sua ideia é seguir nos Estados Unidos após a universidade ou voltar para o Brasil? 

Eu não tenho interesse em voltar. Se puder jogar lá, eu vou tentar seguir profissionalmente, mas também como estarei formado terei a opção de seguir a carreira no marketing que é a minha área de faculdade. Assim que me formar em maio, eu vou ver o que vou fazer.



« VOLTAR




Mais sobre Expressão Paulista


Últimas do Sindicato


UGT
EDUCATLETA
SOCCER DIGITAL
IBRADESPOR
DIREITO EC
Expressão Paulista
FutBrindes