NOTÍCIAS

NULL

No II Fórum de Entidades do Futebol, representantes relacionam propostas para melhoria do futebol

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (10 de novembro), o II Encontro de Entidades ligadas ao Futebol, na cidade de São Paulo, com representantes da Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol (FENAPAF), Federação Brasileira de Treinadores de Futebol (FBTF), Associação Brasileira dos Executivos de Futebol (ABEX), Associação Nacional de Árbitros de Futebol (ANAF), Associação dos Cronistas Esportivos do Brasil (ACEB), Associação dos Preparadores Físicos Profissionais, Sindicato Nacional das Associações de Futebol Profissional e suas Entidades Estaduais de Administração e Ligas (SINDAFEBOL), e Ministério do Esporte, representado pelo Secretário Nacional do Futebol, Toninho Nascimento.
 
As entidades apresentaram suas sugestões e reivindicações que serão dirigidas a Confederação Brasileira de Futebol e para o Governo Federal, através do Ministério do Esporte.
 
As entidades aqui representadas têm a plena consciência de que somente com uma interlocução direta e leal com as entidades que administram o futebol e com o governo é que se pode chegar a um caminho de construção em prol do esporte.  
 
Estas sugestões e apelos decorrem de um processo onde em sua elaboração incluiu encontros, oficinas de trabalho, consultas a profissionais e instituições afins, tendo suas definições até o momento com base nas apresentações e discussões do texto preliminar com todos os setores protagonistas de nosso futebol. Todo o trabalho tem como apoio a legislação brasileira, as normas do futebol e um conceito de construção esportiva que transforma as práticas e as relações deste símbolo da cultura esportiva com a sociedade.
 
As primeiras modificações pretendidas e aprovadas pelos segmentos do futebol são:
 
a) mecanismos para evitar o inadimplemento salarial e do uso da imagem dos profissionais envolvidos com adoção de mecanismos de equilíbrio, seja através de Projetos de Leis ou Convenções Coletiva de Trabalho;
 
b) criar regulamentação para formação de profissionais envolvidos no esporte, em especial curso para treinadores, executivos e de árbitros, cursos ministrados pelas próprias entidades representativas e chancelados pela CBF;
 
c) aprovação do Projeto de Lei 7.560/2014; Regulamentação da Lei 12.867/2013; proposta de projeto de lei para Regulamentação Legislativa para a Categoria dos Executivos do Futebol;
 
d) mecanismos que possam dar a Independência ao trabalho dos árbitros de futebol;
 
e) criação do caderno de encargos para licenciamento de clubes profissionais;
 
f) manutenção deste Fórum permanente e reuniões periódicas com a CBF a fim de discutir todo o tipo de problema existente no futebol e propor soluções;
 
As entidades participantes deste Fórum permanente de discussão entendem que as sugestões e reivindicações trazidas marcam apenas o início de uma relação de CONSENSO entre todas as entidades ligadas ao futebol porque são elas que legitimam toda e qualquer ação neste segmento por estarem alinhadas com mais puro propósito que consolida o verdadeiro desenvolvimento do futebol em nosso país.
 

Compartilhar:

+ NOTÍCIAS

Jurídico

post---assembleia-ata-e-video

Assembleia: ATA e vídeo disponíveis

Institucional

POST---COLUNA-MARTORELLI-RS

Tragédia no Sul e o futebol: paralisação é a solução?

Institucional

POST---ASSEMBLEIA-MAIO-2024-2

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA – 15/05